Siga o Instituto Formar   

Experiência e conhecimento vale para a vida inteira, diz ex-aprendiz Lais Ribeiro

Nascida em uma família simples, a terceira de quatro irmãos, Lais Ribeiro, aos 21 anos comemora o início de uma carreira profissional promissora na fábrica da Mondelēz International, instalada em Piracicaba.
 
Aconselhada pela mãe, Lais seguiu o caminho de sua irmã, Letícia, que também é ex-aprendiz. “Na época eu não queria ir para o Instituto Formar, mas minha mãe insistiu e me mostrou o quanto seria bom para a minha vida”, conta.
 
A ex-aprendiz explicou que logo quando foi selecionada para entrevista foi contrariada novamente. “Eu também não queria trabalhar na empresa em que minha irmã, Letícia estava, na Mondelēz e, foi justamente lá que fui admitida no lugar dela. Inclusive, ela que me passou as funções que eu deveria exercer. O contrato dela terminou e eu a substitui”, explica.
 
Segundo Lais, ingressar no Instituto Formar foi uma mudança grande em sua vida. “Primeiro foi na minha rotina de escola, Formar e trabalho, mas a sensação do frio na barriga, vontade de aprender foi muito motivante”, disse.
 
Desde a época da aprendizagem, Lais atua no departamento de Qualidade Assegurada na multinacional do setor alimentício. “Se eu não tivesse passado pelo Formar, não estaria nem na metade do meu caminho profissional. A instituição foi a minha base”.
 
A vontade de aprender aliada ao programa oferecido pelo Instituto Formar fez grande diferença na vida de Lais. A ex-aprendiz destaca que, ela e seus irmãos sempre precisaram ajudar financeiramente em casa e, a instituição foi fundamental para que conseguisse iniciar no mundo do trabalho. “Graças a ligação que tive com o Formar, me desenvolvi na empresa. A posição que ocupo hoje dentro do departamento de Qualidade não existia. Criaram uma vaga para me efetivarem, isso é fruto da minha dedicação porque fiz uso de tudo o que o Formar me ensinou”.
 
De acordo com a ex-aprendiz, estudante de Administração de Empresas na Unimep, a dica para os adolescentes é fazer uso de exatamente 100% que ensinam no Instituto Formar. Ser curioso e proativo também faz diferença, pois as empresas querem desenvolver o aprendiz. “Ser efetivado é um fruto muito bom que colhemos, mas a experiência e o conhecimento que conseguimos por meio do período de aprendizagem, vale para a vida inteira”.
 
 
Assessoria de Imprensa: Luciana Corrêa (MTB 31881) 
Telefone: (19) 3402-5573 
E-mail: assessoria@ozoniopropaganda.com.br
Imagem

NEWSLETTER

Assine e receba em seu e-mail informações sobre o Formar.

Seu nome
Seu e-mail

INTRANET

Copyright © 2012 | Formar - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ozonio Interativa