Siga o Instituto Formar   

Aprendizes participam da palestra 'Masculinidades e Saúde Mental'

Atividade foi realizada dentro da programação da Semana Azul

 

Os aprendizes do Instituto Formar participaram em 7 de novembro da palestra “Masculinidades e Saúde Mental”, ministrada pelo terapeuta ocupacional Marco Aurelio Piovezanni, que atua no sistema de saúde pública de Piracicaba.

 

Na palestra foram abordadas as possibilidades do homem na sociedade atual, além da questão do gênero e da saúde mental como a construção da masculinidade.

 

De acordo com Marco Aurelio, culturalmente os homens têm dificuldades de pedir ajuda e de lidar com as emoções. “Temos dados preocupantes, como o índice maior de suicídio, de envolvimento em situações de risco, de acidentes de trânsito, de uso de substâncias, então, se compararmos com as mulheres, há uma diferença significativa que dá um indício para começarmos a entender o que acontece com os homens”, explicou.

 

O padrão de masculinidade ainda está instalado na sociedade e na criação dos homens. “Vemos muito que a criação do homem traz um lugar para que eles tenham que ter o papel de ser forte, provedor, de não ter vulnerabilidade ou fragilidade. Isso é muito estrutural, mas está mudando aos poucos. Vejo uma mudança nesse processo, mas ainda é muito presente”, pontou.

 

Para lidar com o conflito de gerações, com as mudanças do comportamento da sociedade e com os sofrimentos existenciais, o terapeuta deixou dicas como dialogar com os amigos, dedicar-se à leitura sobre o assunto, participar de oficinas de artes ou ouvir podcasts (arquivos de áudio transmitidos pela internet).

 

O terapeuta ocupacional Marco Aurelio Piovezanni participou da Semana Azul (Foto: Ozonio Imprensa)

NEWSLETTER

Assine e receba em seu e-mail informações sobre o Formar.

Seu nome
Seu e-mail

INTRANET

Copyright © 2012 | Formar - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ozonio Interativa