Siga o Instituto Formar   

Instituto Formar apoia a Campanha Outubro Rosa

Aprendizes acompanharam depoimentos, palestras e orientações no dia 21 de outubro

 

O Instituto Formar realizou uma programação especial em 21 de outubro em apoio à Campanha Outubro Rosa – que busca conscientizar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

 

Para contribuir com o tema, a instituição convidou a jornalista Andrea Mesquita que contou sua experiência como ex-paciente de câncer de mama, a enfermeira Maria Clarete da Silva, do Centro de Especialidades da Saúde da Mulher (Cesm) e a assistente social Cristiane Martins, do Centro Médico da Caterpillar que alertaram para que os jovens sejam multiplicadores das informações sobre a importância da prevenção do câncer de mama - o segundo tipo que mais acomete as brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino.

 

A enfermeira do Cesm, Maria Clarete da Silva conversou com os jovens e fez um alerta para os sinais da doença. “Como estamos em um mês designado para para o câncer de mama na mulher e no homem, a intenção é falar sobre a prevenção e os sinais e sintomas que a doença apresenta. Hoje em dia exitem muitos tratamentos contra o câncer e, quanto mais cedo a doença for diagnosticada, maiores são as chances de cura”, disse.

 

Sobre a importância do jovem na questão da prevenção da doença, o Instituto Formar convidou a assistente social da Caterpillar, Cristiane Martins que enfatizou os cuidados para ter  melhor qualidade de vida no futuro. “É necessário falarmos sobre grupos de risco, o que podem evitar enquanto jovens para que tenham uma vida mais saudável, adotando uma alimentação adequada, evitar a exposição ao sol e praticar exercício físico diariamente. Cuidar de si hoje para que no futuro, tenha uma vida melhor e mais saudável”, explicou.

 

Além de acompanharem os depoimentos, palestras e orientações, os jovens conferiram a apresentação musical especial com colaboradora Melissa Soares.

 

Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

 

Sintomas do câncer de mama

 

Os principais sinais e sintomas da doença são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

 

Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

 

Como reduzir o risco

 

- Manter uma dieta balanceada, rica em frutas e vegetais e com pouca gordura;

- Praticar atividades físicas regulares, pelo menos por 1 hora, três dias por semana;

- Evitar sobrepeso;

- Evitar fumar;

- Quando amamentar, fazê-lo pelo maior número de meses possível;

- Evitar ingestão alcoólica excessiva, mais de três drinques de alto teor alcoólico por dia.

 

 

Fonte: com informações do portal do Inca.

 

 

Assessoria de Imprensa: Luciana Corrêa (MTB 31881)

Telefone: (19) 2534-9520 / 99706-7630

E-mail: assessoria@ozoniopropaganda.com.br

 

Imagem

NEWSLETTER

Assine e receba em seu e-mail informações sobre o Formar.

Seu nome
Seu e-mail

INTRANET

Copyright © 2012 | Formar - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ozonio Interativa