Siga o Instituto Formar   

Instituto Formar participa de passeata pelo Combate ao Abuso e Exploração Sexual

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) organizou na sexta-feira, 17 de maio, uma passeata alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado em 18 de maio.

 

O Instituto Formar representado por alunos e professores, participou do movimento que percorreu as ruas do Centro de Piracicaba, com mais de 300 pessoas portando cartazes com mensagens de protesto sobre os abusos. “A importância está em sensibilizar, mobilizar e orientar a sociedade sobre essa questão, para que os casos sejam denunciados e a vítima receba o acompanhamento adequado pela rede de serviços e o Instituto Formar enquanto instituição que atende vários adolescentes de todo o município, tem papel fundamental nessa conscientização”, relatou o psicólogo da instituição, Douglas Galvão.

 

Realizada anualmente, a manifestação teve concentração no Mercado Municipal e percorreu as ruas Governador Pedro de Toledo e São José, até chegar a Praça José Bonifácio, com realização de um ato em frente à Catedral Santo Antônio.

 

“Fazemos essa passeata desde 2013, além de toda uma programação durante todo o mês de maio, porque é preciso conscientizar toda a população da cidade para denunciar e não permitir que a criança e o adolescente fiquem numa situação de abuso ou exploração sexual. Para tanto, a sociedade pode utilizar-se de um telefonema anônimo, é só acionar o Disque 100 e fazer a denúncia que os órgãos competentes irão apurar”, declarou Eliete Nunes, secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

 

 

 

Sobre a data

 

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, remete a um crime bárbaro ocorrido em 1973, no Espírito Santo. Na ocasião, a criança Araceli Cabrera Sanches, de oito anos de idade, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Em 1998, durante o 1º Encontro do ECPAT no Brasil, na Bahia, decidiu-se pela criação da data, em seguida oficializado pela lei número 9.970, sancionada no ano de 2000.

A ECPAT é uma Organização Internacional (presente em 96 países) que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, atuando em quatro frentes - prostituição, pornografia, tráfico e turismo para fins de exploração sexual. A ECPAT Brasil existe desde 1997.

 

 

Assessoria de Imprensa: Luciana Corrêa (MTB 31881)

Telefone: (19) 2534-9503

E-mail: assessoria@ozoniopropaganda.com.br

 

Imagem

NEWSLETTER

Assine e receba em seu e-mail informações sobre o Formar.

Seu nome
Seu e-mail

INTRANET

Copyright © 2012 | Formar - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ozonio Interativa